sábado, 1 de julho de 2017

O curioso caso do modem Telsec TS-1K6

(se você está procurando como fazer esse modem funcionar no Mac, você quer isso)

O Telsec TS-1K6, ou também conhecido como Quanta 1K6E ou alguma variação disso, tem alguns segredinhos interessantes.

Tipo o layout interno dele lembrar muito o de um Android(provavelmente roda uma versão reduzida) https://twitter.com/evefavretto/status/881311724183461888

Ou o fato de que você pode ativar as portas de modem/diagnóstico/ADB(!) com uma URL (192.168.225.1/cgi/hostless_debug_enable.cgi). E note que a porta de diagnóstico permite que ele seja usado com os softwares de diagnóstico da Qualcomm(QPST/QXDM)!!!

Algumas dessas informações eu encontrei pesquisando pelo nome Quanta 1K6E, que resultaram num modelo similar usado pela Beeline, operadora russa. Curiosamente, esse modem da Beeline (laranja) parece ser um dos modems vulneráveis nesse estudo http://blog.ptsecurity.com/2015/12/critical-vulnerabilities-in-3g4g-modems.html.

Enfim, se você quiser se divertir com seu modem, aqui estão os links pros drivers(incluindo os de diag, se eu não mandei o arquivo errado) e pra uma imagem de um instalador que estava dentro de um dos arquivos de update. Esse instalador, quando usado no Windows 8/10, faz o modem trocar pro modo nativo de modem do Windows, aonde o Windows gerencia ele.

Eu poderia falar um pouco mais, mas estou com preguiça de escrever.

Modem Huawei macOS Sierra 10.12

Essa é bem fácil: vá aqui, clique na lupa e busque por "Mobile Partner". Clique em "Stick Mobile partner(for Mac10.12)" e o arquivo vai baixar. Talvez esse link direto funcione
O arquivo é um .zip com um .iso com o instalador dentro. Só instalar.

Modem ZTE Aiko Onda driver macOS X Sierra download

As façanhas que eu consigo fazer... tipo ressucitar modems de 2008.

Instalando o software da Vodafone (esse), o meu Aiko 82D(essencialmente um ZTE MF622) apareceu no painel de rede do macOS Sierra e permitiu que configurando usuário/senha e APN o modem funcionasse. Mas não dá pra consultar SMS nem forçar 3G ou coisas do tipo. O utilitário da Vodafone não reconhece meu modem(talvez reconheça algum mais moderno, que conste da lista de modems suportados, mas pelo menos o driver que ele instala funciona).


Mas, com ajuda de uma operadora grega e um processo um pouco complicado, dá pra instalar um utilitário (aqui) e drivers que funcionam. Basta extrair os dois arquivos, abrir o Patch, arrastar o instalador pro campo que está no patch e instalar. De preferência com o Gatekeeper desativado OU abra primeiro o instalador para que o OS X não reclame da falta de assinatura. Os drivers em si tem assinatura digital, então funcionam com o SIP ativado.

Suponho eu que esses drivers e utilitário devam funcionar com vários modems Onda, ZTE e Aiko, por serem todos baseados em designs ZTE(de fato, meu 82D se reporta como um MF622 por comandos AT, só a carcaça e o instalador diz Aiko).

Telsec TS-1K6 - Atualização e driver pra Mac OS X Yosemite/El Capitan/Sierra/High Sierra

Aparentemente a Telsec, """"fabricante"""", (aka importadora que só colou o nome e mudou algumas coisinhas desse modem) sumiu do mapa(ou pelo menos o site sumiu) e junto com ele sumiu o link de download pra atualização desse modem, que, entre outras coisas, faz ele funcionar gloriosamente no Mac. 

Pra atualizar ele você precisa de um computador com Windows, um modem, esse arquivo, e seguir essas instruções.
Essencialmente, se você ainda usa o TIM Communicator assim(como na imagem de baixo), você atualiza e ele passa a funcionar como uma interface de rede.

Pra atualizar o modem é basicamente espetar o modem, abrir o app e esperar o OK aparecer. As instruções explicam melhor. 

O resultado final é esse:
E eu testei no El Capitan, no Yosemite, no Sierra e até no beta do High Sierra e o modem funciona. Caso a interface não abra sozinha, digite http://192.168.225.1 ou http://tim.communicator(essa dica vale também pra Linux). Se ele não funcionar, tente ejetar antes o disco com os drivers que ele muda pro modo de modem/interface de rede.
E sim, o modem funciona assim no Windows também.


sábado, 26 de abril de 2014

iPhone 5 e LTE no Brasil: Not gonna happen

Uma das perguntas que a maioria das pessoas faz sobre o iPhone 5 é: "Funciona em 4G no Brasil?". A resposta é bem simples: NÃO. Nenhum dos modelos atuais de iPhone opera em LTE na banda 7(2500-2690 FDD), por que na época do lançamento existiam poucas redes funcionando nesta frequência no mundo,e as nossas nem estavam ligadas ainda(fora a da Sky). Muitas pessoas fazem mimimi por que o Brasil mais uma vez "reinventou a roda", sem saber do que estão falando. A banda 7 foi padronizada pelo ITU, a Anatel apenas seguiu a recomendação, aproveitando uma faixa que estava para ser liberada, e que hoje está em uso em vários outros países.

Muito se fala também do futuro leilão de 700Mhz, que teoricamente tornaria nossas redes compatíveis com o iPhone 5. Tire seu cavalo da chuva, por que isso não vai acontecer. Ambos os modelos de iPhone 5 usam bandas que seguem a canalização americana, mas o Brasil vai utilizar a canalização da região Ásia-Pacífico(APT), que é mais organizada, faz mais sentido tecnicamente e aproveita melhor o espectro. Essa imagem do Wikimedia Commons explica visualmente:



A única chance de um iPhone 5 operar em LTE no Brasil é se ele for um modelo A1429(Verizon, europeus) e se alguma operadora resolver utilizar LTE bandas 1 ou 3, seja pra aumentar a capacidade ou falta de opção(caso das nanicas CTBC, Sercomtel e da Nextel). Inclusive, a Nextel deve lançar LTE esse ano no RJ, na banda 3 ao que tudo indica)
UPDATE: a rede 4G LTE da Nextel já está no ar no Rio de Janeiro e ela funciona na banda 3(1800Mhz). Se você tem um A1429 no RJ, deve funcionar.

UPDATE 2(2017): TIM, Vivo, Claro (e talvez a Oi) já tem redes em banda 3 ativas por aí.

Resumo da ópera: você quer um iPhone pra usar LTE? Compre um 5c ou 5s compatível(modelos dos EUA não servem).

Entendendo a sopa de números: Banda 1: 1900/2100, que se usa hoje pra 3G. Banda 3: 1800Mhz, usada pra GSM no Brasil. Banda 7: banda leiloada em 2012 pra LTE, também conhecida como IMT-E ou IMT Extension band.

ImagemCreative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 Alexanderkonst  
Mais fontes: http://en.wikipedia.org/wiki/E-UTRA#Frequency_bands_and_channel_bandwidths

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Impressões - Parallels Desktop 7

UPDATE: este post está defasado.

Update: hoje(14/9/2011), saiu também a versão 4 do VMware Fusion, concorrente do Parallels. Não sei se vou atualizar, porque o Parallels me atende bem.

No último dia 1º saiu a versão 7 do Parallels Desktop for Mac, provavelmente o melhor software de virtualização para Mac. E eu não resisti e comprei o update(até porque eu tinha uns probleminhas).

De cara, a tal textura linen(aquela do fundo das pastas do iOS e da tela de login do Lion) se espalhou por quase tudo que é janela do Parallels, começando pela lista de VMs. 
Não que seja feio nem nada, mas acho que estão abusando um bocado dessa textura...

Mas provavelmente uma das novidades mais interessantes dele é o suporte do Lion como guest. Sim, dá pra virtualizar o Lion! Aqui, com 4GB de RAM, virtualizar uma VM que pede 2GB não é tarefa simples, mas até que funciona. Aliás, o programa parece mais rápido nessa versão.
Um novo truque do Parallels 7 é servir como cliente VNC do Mac OS X host, além das VMs com o aplicativo para iOS. Não testei, mas parece interessante.

Além disso tudo, tem algumas melhorias, como VMs prontas do Ubuntu, Chrome OS e Fedora que podem ser baixadas direto da janela de criação de VM, suporte a full-screen do Lion, conserto de bugs, melhor desempenho 3D, ...

Bom, era isso que eu tinha pra dizer, e não quero me aprofundar muito, isso é só um post de impressões e tal. Qualquer coisa, a caixa de comentários está aí embaixo.